7 de set de 2013

Resenha: Trilogia Dragões de Éter - Raphael Draccon



Confesso que fiquei muito surpresa quando soube que este livro era escrito por um brasileiro, o que me deixou ainda mais curiosa pra ler já que eu não sabia que o Brasil produzia este tipo de literatura.
O Livro é maravilhosamente perfeito! Em certos pontos há frases marcantes deixadas por ele que são verdadeiras lições de vida. A construção da história é perfeita e como, na maioria das vezes, os capítulos contam histórias de personagens diferentes, o suspense da trama aumenta e você fica mais curioso para ler! 
Você já se perguntou como era o nome de Chapeuzinho Vermelho? Ou por que realmente João e Maria comeriam uma casa de doces? Raphael se perguntou. E decidiu que eram histórias que mereciam ser contadas (ainda bem!). Por isso, criou toda uma mitologia, com semideuses, fadas-avatares-guerreiras, príncipes encantados, bruxas brancas e negras, mas nesse primeiro livro ainda nenhum dragão.
Então a história é toda "picotada" até nos momentos finais, quando todos eles se reúnem. é um pouco diferente da maneira como o George R.R. Martin (escritor da saga A Game Of Thrones) divide seus livros, que também são focados em personagens. Martin normalmente termina os capítulos como se estivesse fechando um cilo de informação, já Draccon ás vezes termina um capitulo no meio da ação!
É nesse contexto que o autor constrói Éther, um mundo encantado que logo de inicio envolve o leitor, o qual tem a possibilidade de rever as histórias de sua infância sob uma nova visão. No livro estão os frutos de imaginação de Raphael, que sempre discordou o que aconteceria com os personagens encantados assim que os contos eram concluídos com o tradicional " Felizes para sempre". E ele teve a oportunidade de expressar seus devaneios com uma visão mais adulta desses contos. E foi por esse jeitinho novo que Raphael trouce que Dragões de Éter se tornou a minha 2º trilogia favorita rs.

Sinopse de cada livro:



Nova Ether é um mundo protegido por poderosos avatares em forma de fadas-amazonas. Um dia, porém, cansadas das falhas dos seres racionais, algumas delas se voltam contra as antigas raças. E assim nasce a Era Antiga. Essa influência e esse temor sobre a humanidade só têm fim quando Primo Branford, o filho de um moleiro, reúne o que são hoje os heróis mais conhecidos do mundo e lidera a histórica e violenta Caçada de Bruxas. Primo Branford é hoje o Rei de Arzallum, e por 20 anos saboreia, satisfeito, a Paz. Nos últimos anos, entretanto, coisas estranhas começam a acontecer... Uma menina vê a própria avó ser devorada por um lobo marcado com magia negra. Dois irmãos comem estilhaços de vidro como se fossem passas silvestres e bebem água barrenta como se fosse suco, envolvidos pela magia escura de uma antiga bruxa canibal. O navio do mercenário mais sanguinário do mundo, o mesmo que acreditavam já estar morto e esquecido, retorna dos mares com um obscuro e ainda pior sucessor. E duas sociedades criminosas entram em guerra, dando início a uma intriga que irá mexer em profundos e tristes mistérios da família real. E mudará o mundo.

                               Título: Dragões de Éter - Caçadores de bruxas
Autora: Raphel Draccon
Editora: LeYa
Páginas: 440



Hoje, Arzallum, o Maior dos Reinos, tem um novo rei, e a esperada Era Nova se inicia.
Entretanto, coisas estranhas continuam a acontecer... Uma adolescente desenvolve uma iniciação mística proibida, despertando dons extraordinários que tocam nos dois lados da vida. Dois irmãos descobrem uma ligação de família com antigos laços de magia negra, que lhes são cobrados. Duas antigas sociedades secretas que deveriam estar exterminadas renascem como uma única, extremamente furiosa.
Após duas décadas preso e prestes a completar 40 anos, um ex-prisioneiro reconhecido mundialmente pelas ideias de rebeldia e divisão justa dos bens roubados de ricos entre pobres é libertado, desenterrando velhas feridas, ressentimentos entre monarcas e canções de guerra perigosas. O último príncipe de Arzallum resgata sombrios segredos familiares e enfrenta o torneio de pugilismo mais famoso do mundo, despertando na jornada poderosas forças malignas e benignas além de seu controle e compreensão.
E a tecnologia do Oriente chega de maneira devastadora ao Grande Paço, dando início a um processo que irá unir magia e ciência, modificando todo o conhecimento científico que o Ocidente imaginava possuir.
E o mundo mudará. Mais uma vez. 

                                 Título: Dragões de Éter - Corações de neve
Autora: Raphel Draccon
Editora: LeYa
Páginas: 641



 Hoje, Arzallum, o Maior dos Reinos, tem um novo Rei e vive a esperada Era Nova. Coisas estranhas, entretanto, nunca param de acontecer... Dois irmãos sobreviventes a uma ligação com antigos laços de magia negra descobrem que laços dessa natureza não se rompem tão facilmente e cobram partes da alma como preço. Uma sociedade secreta renascida com um exército de órfãos resolve seguir em frente em um plano com tudo para dar errado em busca do maior tesouro já enterrado, sem saber o quanto isso pode mudar a humanidade. O último príncipe de Arzallum viaja para um casamento forçado em uma terra que ele nem mesmo sabe se é possível existir, disposto a realizar um feito que ele não sabe se é possível realizar. Uma adolescente desperta em iniciações espirituais descobre-se uma mediadora com forças além do imaginário. E um menino de cinco anos escala uma maldita árvore que o leva aos Reinos Superiores, ferindo tratados políticos, e dando início à Primeira Guerra Mundial de Nova Ether. 

                                Título: Dragões de Éter - Circulos de chuva
Autora: Raphel Draccon
Editora: LeYa
Páginas: 536





Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Template feito por Nathália Almeida, exclusivo para disponibilização no Single Themes. Não retire os créditos!